Skip to main content
Skip to footer

SAP2000 - Nível Profissional

 

Objetivos do curso

  • Compreender a lógica subjacente à organização do interface de utilização
  • Compreender os conceitos fundamentais sobre a modelação em SAP2000 e a diferença entre o modelo baseado em objetos e modelo de análise, baseado em elementos
  • Conhecer as ferramentas de modelação e análise disponíveis e os respetivos modos de aplicação e funcionamento
  • Modelar edifícios reais e reconhecer/resolver as singularidades típicas de uma estrutura inserida num projeto de arquitetura
  • Compreender as relações causa-efeito do recurso a diversas técnicas de modelação
  • Utilizar as ferramentas do SAP2000 para verificação e dimensionamento de elementos de barra de betão armado e de aço, bem como de elementos de casca de betão armado segundo os Eurocódigos 2, 3 e 8
  • Modelar e dimensionar outros tipos de estruturas metálicas e de betão armado e pré-esforçado
  • Importar e exportar modelos e dados para interação com outros programas
     

Destinatários

Estudantes e profissionais de engenharia civil que realizem cálculo, análise e dimensionamento de estruturas em geral

 

Conteúdos programáticos

1. Explicação geral do programa SAP2000

1.1. Introdução aos elementos finitos
1.2. Nós e elementos estruturais
1.3. Componentes do modelo estrutural
1.4. Descrição do interface de utilização

2. Tipos de objetos e propriedades dos elementos gerados

2.1. Materiais
2.2. Nós
2.3. Objetos de barra
2.4. Objetos de cabo
2.5. Objetos de pré-Esforço (“Tendons”)
2.6. Objetos de área

3. Modelação

3.1. Modelação através do interface de utilização
3.2. Importação de ficheiros DXF
3.3. Importação de ficheiros IFC
3.4. Importação de ficheiros Revit

4. Cargas, análises e combinações

4.1. Casos de carga (“Load Patterns”)
4.2. Casos de análise (“Load Cases”)
4.3. Combinações
4.4. Ações em nós e assentamentos de apoio
4.5. Ações em elementos de linha
4.6. Ações em elementos de área
4.7. Adicionar, substituir e apagar cargas
4.8. Análise modal e espectros de resposta
4.9. Ações laterais automáticas

5. Constrangimentos e funções nodais

5.1. Imposição de comportamento rígido entre dois ou mais nós
5.2. Funções nodais (“Joint Patterns”)

6. Análise dos resultados

6.1. Representação gráfica dos resultados
6.2. Listagens e exportação de resultados em forma de tabela

7. Modelação e análise de edifício de betão armado

7.1. Definição das grelhas de referência
7.2. Definição dos materiais e armaduras
7.3. Definição das secções de pilares e vigas
7.4. Definição das secções de paredes, muros, lajes e capitéis
7.5. Desenho de pilares, muros, paredes e núcleos
7.6. Desenho de vigas, capitéis, lajes e aberturas
7.7. Revisão e verificação do modelo
7.8. Opções de modelação
7.9. Definição das ações verticais
7.10. Efeitos P-Delta
7.11. Análise de massas
7.12. Definição do espectro de resposta regulamentar, coeficiente de comportamento e ação sísmica
7.13. Ação térmica versus diafragmas de piso
7.14. Definição dos impulsos de terras
7.15. Definição das combinações de ações
7.16. Análise dos resultados fundamentais
7.17. Dimensionamento pelos Eurocódigos 2 e 8

8. Viga pré-esforçada

8.1. Definição dos materiais
8.2. Definição das secções da viga e do cabo
8.3. Modelação do cabo como carga ou como elementos
8.4. Desenho dos tramos de viga e cabo
8.5. Definição do traçado do cabo com recurso a templates
8.6. Introdução da força de puxe, perdas instantâneas e diferidas
8.7. Definição das ações
8.8. Esforços hiperestáticos e isostáticos
8.9. Verificação das tensões nas secções

9. Carga móvel

9.1. Definição de ”Paths”
9.2. Definição de carga móvel pontual e distribuída
9.3. Obtenção de linhas de influência
9.4. Obtenção de envolventes

10. Section Designer

10.1. Definição de uma secção de betão armado com geometria irregular
10.2. Visualização das propriedades da secção
10.3. Visualização de diagramas de momento-curvatura e superfícies de interação

11. Modelação e análise de asna metálica

11.1. Definição das secções metálicas
11.2. Criação de listas de secções para seleção automática
11.3. Definição das cargas verticais e de vento
11.4. Dimensionamento pelo EC3

12. Modelação geométrica de outras estruturas

12.1. Reservatório elevado
12.2. Estádio

 

Informações adicionais

  • Todos os alunos inscritos terão direito a um certificado de formação profissional emitido pela CSI Portugal
  • Os formandos deverão acompanhar o curso através do material didático disponibilizado na plataforma on-line https://gen-tools.com/. O acesso a estes elementos irá ser facultado pela empresa dias antes do início do curso
     

Consulte aqui o programa formativo