Saltar para o conteúdo principal
Saltar para o rodapé

Novidades

07 Set | 2017

CSiBridge 2017 v19.2.0 e v19.2.1

As melhorias implementadas no CSiBridge 2017 v19.2.0 e v19.2.1 são:

Modelação

Introdução de um novo elemento “link” para simular aparelhos de apoio de elevado amortecimento sísmico (HDRB - high-damping rubber isolator bearings)
 

 

Introdução de várias melhorias nos objetos de pontes (“bridge object”) como por exemplo, a possibilidade de adicionar ângulos nos aparelhos de apoio, a geração de cabos de pré-esforço de acordo com o alinhamento das vigas de betão/metálicas em pontes com tabuleiros mistos e de traçado curvo, entre outras


Ações

Nova operação “Guide Structure”, que permite adicionar elementos estruturais a funcionar como guias no início de análises de faseamento construtivo, para serem substituídos por objetos reais à medida que a construção prossegue. Esta operação permite obter melhores resultados para as deformadas em pontes por avanços sucessivos e pontes com tabuleiros mistos
 

 

Melhorias nas operações de faseamento construtivo de pontes com tabuleiros mistos e pontes de vigas pré-fabricadas para introdução automática das cargas do betão fresco da laje em fase de construção
 


Análise

Possibilidade de gerir a aplicação de cargas em análises estáticas não lineares através do controlo de deslocamentos em múltiplos nós, melhorando deste modo a convergência da análise
 

 

Nova opção “additional modal damping” para considerar a influência do amortecimento modal em análises lineares e não lineares time-history por integração directa
 


Dimensionamento

Possibilidade de realizar o dimensionamento de acordo com o Eurocódigo 2 para pontes com vigas de betão modeladas com objetos sólidos. Estão disponíveis verificações ao nível das tensões, esforços e fendilhação

Novos relatórios de dimensionamento de acordo com o regulamento AASHTO LRFD para pontes mistas com vigas metálicas considerando diferentes requisitos de serviço


Resultados

Possibilidade de gerar tabelas com os esforços de dimensionamento em cada combinação de ações para vigas, pilares e contraventamentos. Note que anteriormente só era possível visualizar em tabela os esforços actuantes, que nem sempre correspondem aos esforços de dimensionamento

Visualização gráfica dos deslocamentos em todas as faces dos elementos sólidos


API (Application Programming Interface)

Melhorias na conexão com o MATLAB

 

 

 

14 Mar | 2017

CSiBridge 2017 v19.1.0

As melhorias implementadas no CSiBridge 2017 v19.1.0 são:

Interface de Utilização

Melhorias no DirectX para aumento da rapidez e qualidade de vizualização

 

Modelação

Nova opção para libertação automática de momentos fletores e esforços de corte em objectos de área para, por exemplo, simular juntas em lajes

 

Possibilidade de definir diagramas de comportamentos reológicos de acordo com o regulamento europeu (Eurocódigo 2-2004), australiano (AS 3600-2009), neo-zelandês (NZS 3101-2006) e chinês (JTG D62-2004), e de acordo com o método de Gardner and Lockman (GL2000)

 

Introdução da base de dados dos materiais (betão e aço) para o Vietname

 

Análise

Melhorias ao nível do comportamento e convergência dos elementos links do tipo “friction-pendulum isolator” e “triple-pendulum isolator” em situações de grandes variações de esforço axial

Redução do tamanho dos ficheiros de resultados para análise não lineares de forma a otimizar o espaço no disco


Dimensionamento

Dimensionamento da superestrutura para pontes com tabuleiros em laje maciça através do Eurocódigo incluindo verificações de tensões, resistência e fendilhação


Resultados

Possibilidade de guardar em cache os resultados de resposta da estrutura visualizados anteriormente

 

 

Novo relatório de cálculo detalhado para dimensionamento de pontes mistas com vigas metálicas tipo “I” de acordo com o regulamento AASHTO

 

 


API (Application Programming Interface)

Introdução de novas funções


 


 

18 Nov | 2016

CSiBridge 2017 v19.0.0

As melhorias implementadas no CSiBridge 2017 v19.0.0 são:
 

Interface de Utilização

Melhoria de vários formulários de edição para permitir que estes permaneçam abertos para utilização repetitiva recorrendo ao comando Apply

Introdução de atalhos do teclado e possibilidade de personalização dos mesmos para utilização do programa através da sua interface em vez do menu ribbon

 

Modelação

Melhoria e introdução de novos modelos de histerese para materiais não lineares (utilizados em rótulas de fibra e layered shells), rótulas plásticas e elementos links
 

 

Atualização das definições de rótulas plásticas em elementos de barra de acordo com a norma ASCE 41-13. O cálculo dos pontos associados às curvas pushover foi igualmente atualizado

Introdução de um novo tipo de rótula paramétrica P-M2-M3 para ser utilizada em análises sísmicas com base em deslocamentos (performance-based design) e outros tipos de análises não lineares
 

 

Criação automática de Section cuts em tabuleiros de pontes mistas com vigas metálicas tipo “I” em zonas de emendas de secções, alteração de secções e diafragmas
 

 

Introdução da opção Clear and Create Linked Model no menu Update Bridge Structural Model, permitindo gerir mais facilmente as partes individuais do modelo e melhorar o desempenho no caso de modelos de grandes dimensões. Uma vez selecionada esta opção, o linked model gerado anteriormente será eliminado e limpo para que seja criado um novo linked model
 

 

 

Análise

Gráficos de dissipação de energia disponíveis para análises time history através de integração direta e análises não lineares de faseamento construtivo
 

 

As rótulas plásticas podem agora ser modeladas como elementos links de comprimento zero. Esta nova opção permite realizar análises no tempo por sobreposição modal (Fast Nonlinear Analysis – FNA) para ter em conta as não linearidades nos elementos de barra, e possibilita um maior controlo do amortecimento em análises time  history através de integração direta
 

 

Redução do tamanho dos ficheiros de resultados em análises estáticas multi-step e análises no tempo por integração direta

 

Dimensionamento

Melhorias no dimensionamento de tabuleiros de pontes mistas com vigas metálicas tipo “I” de acordo com a norma americana AASHTO

Melhorias no cálculo automático dos fatores de encurvadura para ter em conta os modificadores de rigidez, quer estejam atribuídos às barras, definidos diretamente nas secções das barras ou em ambos. Os fatores de encurvadura calculados pelo CSi Bridge têm ainda em consideração a rigidez relativa entre os elementos conectados
 

Section Designer

Possibilidade de importar secções desenhadas em AutoCAD, através de ficheiros DXF, para o Section Designer. O utilizador pode especificar as layers a importar e quais as entidades a serem mapeadas no Section Designer
 





 

 

 

 

19 Ago | 2016

CSiBridge 2016 v18.2.0

As melhorias implementadas no CSiBridge 2016 v18.2.0 são:


Interface de Utilização

Novo gestor de visualização simultânea de todo o tipo de cargas definidas num Load Pattern
 

 
 


Modelação

Nova opção de guardar coleções de materiais, secções, carregamentos, análises, combinações, preferências de dimensionamento e outras definições para utilização em diferentes projetos
 

 

Possibilidade de definir tabuleiros em caixão apoiados diretamente em pilares

 

Opção de definir diafragmas perpendiculares às vigas ou paralelos aos apoios desviados em tabuleiros mistos em caixão
 

 

Melhoria na conectividade dos diafragmas em modelos de pontes de vigas pré-fabricadas nos quais as vigas são modeladas com elementos de barra

Possibilidade de alterar propriedades de links atribuindo fatores de escala

Novas secções rectangulares e circulares maciças para barras metálicas
 

 

Ações

Introdução da função de espetro de resposta de acordo com o regulamento Russo
 

 

Introdução da função de espetro de resposta de acordo com o regulamento Chinês

Atualização da biblioteca de veículos de acordo com o regulamento Chinês
 

 

Combinações de ações automáticas de acordo com o regulamento Chinês

 
 

Análise

Melhorias na velocidade de análises não-lineares estáticas e dinâmicas

Melhorias na velocidade de criação do modelo de análise
 

 

 

Dimensionamento

Novo overwrite de constante de empenamento e dos esforços críticos de encurvadura elástica por torção e flexo-torção para verificação de barras metálicas segundo o EC3

Melhorias no dimensionamento da superestrutura de acordo com o regulamento AASHTO
 

 

Melhorias no dimensionamento sísmico de acordo com o regulamento Chinês
 

 

 

 

 

 

 

 

02 Mar | 2016

CSiBridge 2016 v18.1.0 e v18.1.1

As melhorias implementadas no CSiBridge 2016 v18.1.0 e v18.1.1 são:


Interface de Utilização

As ações no modelo podem agora ser visualizadas graficamente para cada etapa de uma análise de faseamento construtivo
 


 

Visualização gráfica simultânea de todas as ações aplicadas em cada caso de análise através de uma única janela
 



Modelação

Biblioteca de veículos de acordo com os regulamentos Neo Zelandeses
 

 

Introdução de novos tipos de materiais de acordo com os regulamentos Neo Zelandeses
 

 

Criação automática de Section cuts na zona das juntas sem ser necessário discretizar previamente os nós

 


Análise

Possibilidade de alterar as propriedades dos elementos "link" em análises de faseamento construtivo
 

 

Implementação da opção “event-to-event solution” para o cálculo não linear de análises “time history” através de integração direta
 



Dimensionamento

Possibilidade de considerar os efeitos longitudinais da superestrutura para calcular a resistência dos pilares e vigas transversais em análises Pushover, recorrendo ao dimensionamento automático segundo o regulamento sísmico AASHTO 2011

Aumento da velocidade de cálculo para o dimensionamento e avaliação da carga em vários tipos de pontes
 

 

 

 

 

 

 

30 Out | 2015

CSiBridge 2016 v18.0.0 e v18.0.1

As melhorias implementadas no CSiBridge 2016 v18.0.0 são:


Interface de Utilização

Introdução do botão “Apply” nas janelas de seleção e de atribuição de propriedades, permitindo que estas se mantenham abertas para operações repetitivas
 

 

Melhorias ao nível da interface gráfica com a introdução do DirectX 11 para possibilitar uma maior velocidade em modelos grandes e complexos
 

Modelação

N​ovo modelo de betão “Darwin-Pecknold” adicionado aos elementos Shell não-lineares. Este modelo representa o comportamento de compressão, fendilhação e corte do betão sujeito a carregamentos monotónicos ou cíclicos, tendo em conta os efeitos de rotação das fendas
 


Introdução de novo template para modelação de pontes atirantadas com definição paramétrica de todos os componentes da superestrutura, mesoestrutura e infraestrutura
 

 

Introdução de templates para modelação de outros tipos de estruturas não diretamente relacionadas com pontes
 


Introdução automática de imperfeições geométricas seguindo a configuração deformada de modos de encurvadura e vibração
 

 

Introdução de novo template para modelação de pontes por avanços sucessivos com fácil definição dos vãos, aduelas e pré-esforço, e do novo wizard para geração automática do faseamento construtivo de pontes por avanços sucessivos. Possibilidade de definição de todos os dados dos carrinhos de avanços e inclusão automática dos mesmos nas análises de faseamento construtivo
 

 

Possibilidade de utilizar secções de tabuleiro totalmente genéricas nos objetos de ponte. Estas secções genéricas podem incluir múltiplos materiais distintos, aberturas, raios, variações paramétricas e podem ser editadas através do Excel ou no Section Designer
 

 

Melhorias na discretização dos elementos finitos gerados na vizinhança de apoios enviesados, diafragmas, juntas, pontes curvas e variações paramétricas
 

 

Ações

Atualização dos veículos tipo segundo a norma AASHTO
 

 

Análise

Nova verificação de estabilidade para análises não lineares com ajuda na identificação da origem do colapso (não linearidade geométrica ou material)

Manipulação das tolerâncias para análises de faseamento construtivo com comportamento diferido ao longo do tempo, de forma a melhorar a convergência após incrementos significativos de carga


Dimensionamento

Dimensionamento da superestrutura segundo a norma CSA S6-14
 

 

Possibilidade de especificar localizações de ligações com cobrejuntas de vigas metálicas em “I” e dos rácios de área útil/área bruta dos banzos para realização de verificações adicionais de dimensionamento nestas localizações, tendo em conta as reduções das áreas dos banzos
 

 

Resultados

Opção de representação tridimensional das tensões normais em barras sob a forma de mapas desenhados diretamente sobre as secções representadas em vistas extrudidas
 

 

Possibilidade de consultar a posição do veículo para um dado esforço máximo numa determinada localização da ponte em análises de cargas móveis
 

 

 

 

 

 

06 Jul | 2015

CSiBridge 2015 v17.3.0

As melhorias implementadas no CSiBridge 2015 v17.3.0 são:


Modelação 

Secções curvas podem agora ser visualizadas através na opção "extrude"

 

Colocação arbitrária para definição de apoios e "links" para simular os aparelhos de apoio e encontros das pontes

 

Possibilidade de definir diagramas de comportamentos reológicos segundo as normas CEB-FIP 2010 e ACI 209R-92, sendo ainda possível fazê-lo de forma manual

 

Dimensionamento

Implementação da norma AASHTO LRFD 2012 (6th Edition) e 2014 (7th Edition) para o dimensionamento de estruturas de betão armado

 

Resultados

Visualização dos resultados para vigas "I" e "U" através de tabelas para qualquer combinação e qualquer ponto da secção

 

 

 
 

 

20 Mai | 2015

CSiBridge 2015 v17.2.0

As melhorias implementadas no CSiBridge 2015 v17.2.0 são:


Modelação 

Introdução do template para modelação de pontes por avanços sucessivos com fácil definição dos vãos, aduelas e pré-esforço

 

 

 

 

Nova secção de betão para modelação da superestrutura

 

Possibilidade de introduzir variações paramétricas em vigas tipo "U"

 

Possibilidade de desenhar os cordões de pré-esforço no Section Designer para qualquer tipo de secção de betão

 

Possibilidade de introduzir veículos tipo através de bibliotecas em formato XML, permitindo aos utilizadores criar e customizar as suas próprias bibliotecas

 

Secções de vigas pré-fabricadas do tipo "I", "U" e "T" estão agora definidas também em formato XML, permitindo aos utilizadores criar e customizar as suas próprias bibliotecas

 

Análise

Superfícies de influência tendo em conta as forças de travagem/aceleração e centrífugas

 

 

Dimensionamento

Dimensionamento da superestrutura de acordo a norma AASHTO LRFD 2014 (7th Edition), incluindo as especificações de 2015 Interim Revisions

 

Avaliação do nível de carga da superestrutura de acordo as especificações de 2014 e 2015 Interim Revisions da norma AASHTO

 

Resultados

Possibilidade de visualizar os deslocamentos globais da superestrutura e os deslocamentos individuais das respetivas vigas ao longo de todo o comprimento

 

Possibilidade de definir diagramas de comportamentos reológicos para os materiais (fluência, retração e relaxação) e utilizar fatores de escala para os mesmos

 

 

 

 

01 Out | 2014

CSiBridge 2015 v17.1.0 e v17.1.1

As melhorias implementadas no CSiBridge 2015 v17.1.0 e v17.1.1 são:

Melhorias na capacidade de resposta do interface para a opção de visualização "Classical Plus"

Aumento significativo da velocidade de análise

Outras melhorias de menor dimensão

 

 

 

 

06 Ago | 2014

CSiBridge 2015 v17.0.0

As melhorias implementadas no CSiBridge 2015 v17.0.0 são:


Opções de visualização

Melhorias na capacidade de resposta do interface do usuário, de forma a torná-lo mais rápido e eficiente para modelos complexos e de grandes dimensões

Melhorias nas funcionalidades gráficas do DirectX


Modelação

Implementação de um novo "link" do tipo amortecedor histerético de atrito, que funciona como mola e cuja relação força-deslocamento exibe um escorregamento linear após carregamento, mas que descarrega com uma rigidez de escorregamento inferior. Deslocamentos de pré-compressão e deslocamentos máximos ("stop-limit") poderão ser especificados

Implementação de um novo "link" do tipo amortecedor bilinear Maxwell, que funciona como mola linear em série com um amortecedor, e cuja relação força-velocidade apresenta um comportamento viscoso bilinear


Análise

Melhorias na convergência em análises e aumento da velocidade de cálculo para análises estáticas não-lineares e do tipo "time-history", através do método de cálculo "direct-integration"

Aumento da velocidade de cálculo para análise das cargas móveis em pontes, através do método de paralelização  


Dimensionamento

Dimensionamento de tabuleiros de pontes mistas com vigas metálicas tipo "U", de acordo com as normas Canadianas CAN/CSA-S6-06

Dimensionamento de tabuleiros de pontes mistas com vigas metálicas tipo "U", de acordo com as normas Indianas IRC-2011

Dimensionamento de tabuleiros de betão, nomeadamente vigas em caixão pré-esforçadas e secções mistas com vigas pré-fabricadas em "I" e "U", de acordo com as normas Russas SNiP 2.05.03-84

Os relatórios de cálculo foram melhorados para terem em consideração os cálculos intermédios de forma detalhada e as equações das normas/códigos utilizadas para o dimensionamento. Os relatórios detalhados estão disponíveis para as verificações ao corte e flexão, de acordo com a norma AASHTO LRFD 2007 e 2012, para as secções de betão e mistas pré-fabricadas com vigas em "I"


Outros

Introdução de um menu tradicional como alternativa ao menu tipo "ribbon". Os utilizadores podem agora escolher entre as duas opções disponíveis para a visualização do menu

O menu tipo "ribbon" foi adaptado para ser semelhante ao menu utilizado nas aplicações correntes da Microsoft

Outras melhorias de menor dimensão

 

 

 

08 Jan | 2014

CSiBridge 2014 v16.1.0

As melhorias implementadas no CSiBridge 2014 v16.1.0 são:

Implementação da norma Indiana IRC:22-2008 para o dimensionamento da superestrutura

A verificação do dimensionamento da superestrutura para pontes mistas de acordo com o EC4 - 1994-2:2005, é agora possível para secções metálicas do tipo "U"

A verificação do dimensionamento de superestruturas foi atualizada de acordo com as normas AASHTO LRFD Bridge Design Specifications, AASHTO bridge rating e AASHTO seismic bridge design

Implementação do dimensionamento de estruturas de betão armado de acordo com o EC2 incluindo as especificações sísmicas do EC8

Implementação do dimensionamento de estruturas metálicas de acordo com o EC3 incluindo as especificações sísmicas do EC8

Adaptação dos objetos de pré-esforço para ter em conta as variações paramétricas da localização e inclinação das vigas

Especificação do tamanho nominal das secções de barra e área para análises de fluência e retracção, em vez de estarem associados exclusivamente às propriedades dos materiais

Nova opção "Change Section & Age" disponível no faseamento construtivo, que permite a especificação do parâmetro "Age at Add" após alteração das secções dos elementos de barra e área

Possibilidade em "bloquear" modelos individuais de pontes de forma a evitar atualizações não desejadas em outros modelos vinculados a estes

A saída de resultados poderá agora ter correspondência entre os esforços das várias combinações possíveis a partir das opções "additive-", "range-", e "enveloping type", para um determinado ponto da secção. Esses resultados incluem os deslocamentos, forças e tensões

 

 

 

02 Out | 2013

CSiBridge 2014 v16.0.1 e v16.0.2

As melhorias implementadas no CSiBridge 2014 v16.0.1 e v16.0.2 são:

Vários sistemas de grelha podem agora ser exibidos ao mesmo tempo

Possibilidade de definir várias massas a atuar na estrutura para poder estudar os efeitos do comportamento dinâmico alternado

A visualização do rácio D/C em elementos de barra pode agora ser limitada para valores especificados pelo utilizador

As tensões de corte, Von Mises e tensões principais podem agora ser consultadas para alguns tipos de elementos de barra

As tensões nos objetos de área podem agora ser visualizadas como valores de tensão normalizada tendo em conta a resistência dos materiais

Possibilidade de visualizar as tensões de contacto em elementos de área recorrendo a "area springs"

Geração automática do relatório de cálculo sísmico através do programa ou utilizado um ficheiro personalizado XML

Disponível a importação e exportação de ficheiros utilizando o formato IFC 4

 

 

 

07 Ago | 2013

CSiBridge 2014 v16.0.0

As melhorias implementadas no CSiBridge 2014 v16.0.0 são:

Aumento da capacidade de memória da interface gráfica

Novo elemento "link " para simular isoladores de base do tipo "triple-pendulum"

Nova secção de viga híbrida metálica "U"

Possibilidade de modelar pré-esforço exterior

Novos materiais adicionados de acordo com os códigos ASTM A709 e ASTM A772

A secção de viga pré-fabricada em "I" permite agora a adoção de secções não-prismáticas

Adicionado uma nova secção tipo para modelar vigas mistas tipo "U"

A norma AASHTO LRFD Bridge Design Specifications, 6th Edition, 2012 foi adicionada para o dimensionamento da superestrutura

O Eurocódigo 4-2002 foi adicionado para o dimensionamento da superestrutura

A norma CAN/CSA-S6-06 foi adicionada para o dimensionamento da superestrutura

A norma Indian Road Congress IRC:112-2011 foi adicionada para o dimensionamento da superestrutura

Foi adicionada a viga mista tipo "U" de acordo com a norma AASHTO LRFD 2007 e 2012 para o dimensionamento da superestrutura

O dimensionamento sísmico automático está agora disponível para os pilares metálicos

O dimensionamento sísmico automático já está disponível para pontes que intersetam zonas de falhas de rutura de acordo com Caltrans Memo para Designers 20-8

Atualização da verificação sísmica de acordo com a norma AASHTO Guide Specifications para a norma LRFD Seismic Bridge Design, 2nd Edition, 2011

Foi adicionada a norma  AASHTO The Manual for Bridge Evaluation, 2nd Edition, 2011para a avaliação da carga da estrutura

Adicionadas as funções de espetro de resposta de acordo com a norma  AASHTO 2012

Novas cargas laterais automáticas adicionadas de acordo com a norma IBC 2012 

Novas cargas laterais automáticas adicionadas de acordo a norma Italiana NTC 2008 

Novas cargas laterais automáticas adicionadas de acordo com a norma Turca TSC 2007 e TS 498-97

Implementação do dimensionamento de estruturas metálicas através da AISC 360-10e AISC 341-10 

Implementação do dimensionamento de estruturas de betão através da ACI 318-11