Skip to main content
Skip to footer

Características e Funcionalidades

Integração com o SAP2000 e ETABS 

 

  • Macro especificamente desenvolvida para conectar diretamente com modelos SAP2000 e ETABS, tirando partido da utilização da API dos programas CSI

  • Importação dos nós e objetos de barra através da seleção dos referidos elementos nos modelos SAP2000 ou ETABS

  • Importação automática dos esforços (M3, M2, V2, V3, N e T) para qualquer combinação de ações, através da seleção dos nós nos modelos SAP2000 ou ETABS

  • Importação ilimitada de combinações de ações, incluindo envolventes e valores de espetros de resposta, definidas no SAP2000 e ETABS

  • Atribuição das etiquetas "perfil primário" e "perfil secundário" a partir dos modelos SAP2000 e ETABS para a correta identificação dos perfis na ligação

  • Deteção automática dos materiais e secções dos perfis primários e secundários definidos no SAP2000 e ETABS, recorrendo a bases de dados compatíveis

  • Total controlo na escolha dos nós, perfis primários e secundários, recorrendo à interface do SAP2000 e ETABS

  • Opção automática para detetar ligações semelhantes entre perfis primários e secundários:

    • identificando perfis no modelo SAP2000/ETABS com as mesmas secções e que sejam compatíveis com o tipo de ligação em causa

    • permitindo selecionar diversos nós no modelo SAP2000/ETABS e consequentemente vários esforços para o mesmo tipo de ligação

    • possibilitando o dimensionamento de ligações para um conjunto de esforços mais desfavorável

  • Para barras modeladas como rotuladas nas extremidades, o programa calcular automaticamente a excentricidade da ligação, adicionando à tabela de esforços o momento devido à excentricidade
     

 

 

Tipos de Ligações e Secções 

 

Secções e Materiais

  • Extensa base de dados para perfis europeus, americanos, indianos, canadianos e russos

  • Pode considerar materiais diferentes para as chapas, reforços e perfis

  • É possível utilizar secções com entalhes para facilitar a ligação entre elementos

Tipos de Ligações

  • Ligações com transmissão de momento fletor:

    • Chapa de topo à flexão entre pilar-viga

    • Chapas com cobrejuntas de alma e banzos em junções viga-viga e pilar-pilar

    • Chapa de topo à flexão em junções viga-viga e pilar-pilar

  • Ligações sem transmissão de momento fletor:

    • Chapa gousset simples ou dupla entre viga-viga e pilar-viga

    • Chapa de topo flexível entre viga-viga e pilar-viga

    • Dupla cantoneira de alma entre viga-viga e pilar-viga

  • Ligações soldadas:

    • Pilar-viga com ou sem reforços

  • Ligações de base:

    • Chapa de base encastrada (com ou sem reforços)

    • Chapa de base articulada

  • Ligações com contraventamentos:

    • ​​Perfis com secções I, H, tubulares e cantoneiras

    • Perfis aparafusados a chapas soldadas

 

 

 

 

Exemplos de ligações existentes no programa

 

Exportação de Ligações 

Possibilidade de exportar qualquer ligação para o AutoCAD através de ficheiros DXF.
 

 

Dimensionamento 

 

Interface simples para dimensionar ligações metálicas

  • Normas para dimensionamento:

    • Europeias: Eurocódigo 3 Parte 1-8

    • Americanas: AISC LRFD e AISC ASD (13º e 14º Edições)

    • Italianas: ITA 2008

    • Alemãs: DIN 18800

    • Indianas: LSD IS800

    • Britânicas: BS 5950

    • Russas: SNiP II-23

    • Canadianas: CSA S16

    • Japonesas: JCSE 2009

    • Argelinas: DTR-BC-2.44

    • Australianas: AS4100

  • Possibilidade de alterar as normas para verificação da ligação sem perder as definições anteriores

  • Possibilidade de alterar a categoria para verificação da resistência ao corte

  • Possibilidade de escolher o método para o cálculo do momento resistente da ligação, por exemplo, o método da "Peça em T equivalente tracionada", presente no Eurocódigo 3

  • Verificação da existência de forças de alavanca nos parafusos e chumbadouros

  • Inclui as regras de cálculo para verificação de ligações em zonas dissipativas de acordo com o EC8

  • Cálculo da rigidez da ligação

  • Interface do programa disponível em inglês, espanhol, italiano, francês e alemão
     

     

 

Relatórios de Cálculo 

 

Visualização dos Resultados

  • Parafusos

    • resistência ao corte (parte roscada e não roscada), tração e ação conjunta corte+tração

    • visualização dos resultados para cada grupo de parafusos, por exemplo na alma e banzos

    • desenho das forças resultantes em cada parafuso

    • informação detalhada para o cálculo das forças pelo método da "Peça em T equivalente tracionada" segundo o Eurocódigo 3

  • Chapas e reforços

    • resistência à flexão, compressão e tração

    • fornece os valores mínimos para os espaçamentos entre parafusos e distância aos bordos

    • visualização dos resultados para cada grupo de parafusos, por exemplo na alma e banzos

    • resistência à rotura do bloco

  • Resistência da ligação, considerando

    • alma do pilar ao corte, compressão e tração

    • banzo do pilar à flexão

    • alma e banzos do pilar e viga à compressão

    • alma da viga à tração

    • afetação da resistência devido à introdução de reforços nas alma e banzos

    • betão à compressão nas ligações com chapas de base a fundações ou lajes

    • chumbadouros à tração, corte e esmagamento para ligações com chapas de base

    • resistência das soldaduras de ângulo e penetração total

       

Tipos de Relatórios

  • Possibilidade de gerar relatórios de cálculo resumidos ou completos

  • Visualização dos componentes mais fracos que condicionam a resistência da ligação

  • Visualização de todas as fórmulas regulamentares utilizadas na verificação dos componentes da ligação

  • Relatórios em formato Word com possibilidade de customização dos resultados
     

 

 

Conexão com outros Programas 

Possibilidade de conexão com outros programas para além do SAP2000, nomeadamente:

  • Importação de esforços diretamente do STAAD Pro

  • Importação da geometria da ligação diretamente do Tekla Structures

  • Exportação do dimensionamento da ligação para o Tekla Structures